Pular para o conteúdo principal

Sumiço

Muito tempo se passa entre as atualizações do blog e os mais incautos podem imaginar que se trata de desleixo, descaso ou simplesmente falta de interesse e de cuidado. Bom, vocês não estão totalmente errados!

Desta vez, porém, a ausência de novas postanges se deu por motivos de ordem estritamente pessoal. Meu pai teve um infarto no início do mês passado e ficou internado por quase 30 dias. Fez cirurgia para colocar 4 pontes de safena, ficou "hospedado" no apartamento dele em BH (que é onde eu moro) durante mais de 15 dias e a vida da família inteira passou a girar em torno dos cuidados que deveríamos ter com ele.

Passado o susto (e que susto!), agora o trabalho começa a voltar ao normal. Continuamos agendando apresentações nas escolas e levando nossas palestras e cursos para a Formação Continuada de Professores. Quem quiser saber mais, pode entrar em contato conosco!

Um grande abraço a todos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quebrando Mitos I - "Homens são todos iguais"?

"Homem é tudo igual". "Cafajeste! Canalha! Ordinário". "Depois que eles conseguem o que querem, somem".

Muitos mitos como este já se propagaram por tempo demais. É hora de colocar um fim nesta lenda. Ou pelo menos ouvir o "outro lado" da história. O mais achincalhado e vilipendiado. O nosso.
Apesar de ter pouco mais de 40 anos de idade, e demorado mais de 20 anos para compreender este injusto "estigma" a nós atribuído pelo sexo oposto, hoje fico tranquilo quando ouço tais "ataques".  E o motivo para tanto é bem simples, na verdade.
A mulher - não todas, é bom que se diga, só 99% - é "mestra" em apontar os erros dos outros e ignorar os dela. Posso contar nos dedos de uma só mão, mesmo se eu for o Lula, quantas vezes OUVI uma mulher dizer, em voz alta, "me desculpe, eu errei".
O que ocorre, para todos aqueles que já tiveram mais de uma parceira/esposa/amante/namorada na vida, é o seguinte. Aproximadamente de 2 a …
Descobri recentemente que estou vivenciando um conflito muito interessante. Quer dizer, muito ruim, na verdade, porque é comigo. Se fosse com qualquer outra pessoa, seria interessante. Então, do seu ponto de vista, amigo leitor, espero que seja algo pelo menos curioso.
De um lado, veja bem, está uma compreensão cada vez maior de que o mundo corporativo é burro. Isto não é nenhuma novidade, principalmente no caso do mercado em Belo Horizonte. A "ausência completa de vida inteligente" é facilmente comprovada em quaisquer segmentos, desde o ramo de alimentos, passando pelas lojas de roupas, eletroeletrônicos, bancos, escolas, faculdades, gerências de RH de pequenas, médias e grandes empresas e a padaria ali da esquina. Acredito que tal fenômeno tenha se agravado com a crise no país. De outro lado, está a convicção antiga, desgastada, fora de moda e ridicularizada de que ser honesto é "bom".
Vamos a alguns exemplos da primeira parte da questão! Recentemente conheci uma g…